AS FERIDAS DA JORNADA

                                                                                                                 by @EthelP

 

                       “Aprendi com as primaveras a me deixar cortar para poder voltar inteira.”

                                                                                                                                                                     Cecília Meireles

 

Alguns acontecimentos da nossa vida podem nos marcar com intensidade.  São os aprendizados mais profundos e também os mais difíceis.  Provocam  feridas que levam tempo para fechar.

Esse é um período de recolhimento, de silenciar, de dar tempo para que tudo se regenere.

Fácil não é, mas necessário. Pode parecer que seu mundo parou, que nada faz sentido, que tudo é inútil.

Não é. 

É debaixo da terra, na escuridão e silencio que a semente é preparada para, quando tiver pronta, furar  a terra e finalmente deixar seus primeiros brotes surgir. Também somos natureza.

Quando passamos por esses momentos, é preciso se recolher, preservar, esperar.

Uma frase útil a dizer para nós mesmos pode ser:  EU SIGO!

Nada neste mundo permanece o mesmo ou é igual. Tudo muda o tempo todo!

 

Uma escritora americana, Ethel Williams,  disse uma frase que gosto de usar: 

“Tudo acontece sempre de novo e nunca é igual”   (Everything happens again and it’s never the same.)

 

by @EthelP

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: