TEMPO DE NATAL

IMG_6001
Li uma pequena historia, ou parábola, dia desses, que resolvi usar para mensagem de Natal e quero compartilhar com quem se interessar.

…Era uma vez uma serpente e um vaga lume que viviam na mesma floresta. Toda vez que o vaga lume voava,  a serpente o perseguia e tentava pega-lo. Intrigado o vaga lume interpelou a serpente:

– Serpente, gostaria de saber por que sempre me persegue e queria te fazer três perguntas, pode ser ?
– Claro, respondeu ela.
– Eu faço parte da tua cadeia alimentar?
-Não!
-Eu te fiz algum mal?
-Não!
-Eu te devo alguma coisa?
-Também não.
-Então por que esta sempre me perseguindo???
-POR QUE NÃO SUPORTO TE VER BRILHAR !!!

Soa familiar para muitos, acredito!
Dica para a serpente que vive dentro de cada um de nos: ao invés de invejar o brilho dos outros, que devem ter passado por muitas superações para poder manifesta-lo, que tal despertar o vaga lume que também esta dentro de cada um, desperto ou não, querendo alçar voo?!

Quanto mais seres brilharem e manifestarem sua luz, mais iluminado e melhor ficará o mundo em que TODOS vivemos!

UM FELIZ, ABENÇOADO e ILUMINADO NATAL PARA TODOS NÓS!

Anúncios

Resolver ou evitar?

spider900Escutei uma frase esta semana, que seria do Einstein, ( e deve ser )

que a pessoa inteligente tenta  resolver os problemas, o sábio os evita.

No caso se referiam as milhares de toneladas de lixo produzidas nas cidades do mundo.

Mas creio que isso se aplica em qualquer circunstância da nossa vida.

Fecha com o dito popular, melhor prevenir do que remediar!  Grande parte dos problemas poderiam ser evitados se houvesse sabedoria suficiente para avaliar as condições e situações antes de praticá-las.

Quando a ambição e a ganância nublam o olhar e o bom senso, dificilmente surgirá um resultado que não deixe sérios efeitos colaterais que precisarão ser corrigidos posteriormente. Geralmente com um custo bem superior ao que foi gerado de benefício.

No caso da produção do lixo, estadistas, prefeitos, governadores, ambientalistas e cientistas, com uma visão menos comprometida, tentam achar soluções com políticas públicas que minimizem a produção de tantos resíduos  descartáveis.  Melhor do que ter que “sumir” com eles,  é  não produzi-los.

Isso pode servir também para situações da nossa vida pratica. Se nos acostumamos a pensar com a própria cabeça, avaliando cada situação com clareza, discernimento e bom senso, temos a chance de viver melhor, com mais qualidade e tempo para aquilo que realmente nos faz bem  e nos deixa feliz.

Saber desligar o botão com mais frequência daquilo que tentam nos empurrar todo dia e toda hora, pelos meios de comunicação, seja no rádio, na TV, no celular, nos Outdors, etc, pode fazer muita diferença no que de fato iremos vivenciar.

Reflita na frase de Einstein: o homem inteligente tenta resolver o problema, o sábio o evita!

 

 

 

 

 

 

 

 

Boa Páscoa!

126551203

Domingo chuvoso, que bom! Depois de dias de calor e abafamento, convida ao recolhimento e reflexão. Bem propicio ao dia.

A pressa nas estradas é um reflexo das pessoas, parece que sempre há tanto a fazer e sabe-se lá onde.

Será?

Com essa correria até as datas significativas perderam seu significado verdadeiro, que se resume ao comercio, enfatizado pela mídia.

Tudo meio (?) sem sentido.  Como pular fora dessa “neura” ?   Só com um ato de vontade consciente, resta saber se isso interessa. Mas enfim, cada um tem o poder de escolher e decidir.

Que o dia seja abençoado, que traga alegria e satisfação, com ou sem chocolate! 

                    UMA FELIZ PÁSCOA A TODOS!

 

 

 

Perspectivas

 

IMG_2893

Rio Paraná no estado do Paraná  (Foto Ethel Peisker)

Quando vemos o mundo ou algum evento a distância ele nos afeta de uma forma diversa do que se é visto de perto. A percepção a seguir foi à bordo da Azul decolando de Foz do Iguaçú para Porto Alegre.

RIO PARANÁ VISTO do CEU

O Rio Paraná se estende na paisagem verde com suas curvas sinuosas e sensuais feito uma cobra gigante.

Sua beleza é do mesmo tamanho de sua importância nutrindo as terras por onde passa. Lá pelas tantas ele resolve exagerar sua beleza se transformando numa das sete maravilhas da natureza – As quedas de Foz do Iguaçu.  Sua exuberância é indescritível. Uma experiência muito mais que visual, é sensorial, o rugido que suas águas produzem ao descer as gargantas de rocha.

E não termina por aí. Ele se junta com outro parceiro, o rio Iguaçú e se transforma (segundo tribos locais)  na pedra que canta – Itaipú, formando a maior usina hidrelétrica do mundo, gerando energia limpa para milhares de pessoas em dois países, unindo culturas e esforço comun.

Esse rio merece ser reverenciado. A cobra gigante que serpenteia por diversos estados neste imenso e lindo pais que é o nosso Brasil.

(16/12/2014)

Tempo de Renovar…


IMG_2754

                              Cataratas de Foz do Iguaçu, uma das sete maravilhas da natureza.
 (Foto: Ethel Peisker)

TEMPO

Saudades do tempo em que o Tempo tinha tempo.

Hoje, o Tempo passa, ele galopa pelos meses, atropela nossos sonhos, levanta poeira e nos deixa para trás, sempre atrasados, ansiosos, cansados.

Ele nos esgota e esgota a vida e ficamos incrédulos diante do calendário lendo: mês de Dezembro,

( mas parece que é só Setembro…?)

Como pode? Natal foi outro dia.

E o tempo implacável nos apresenta o novo calendário – 2015 !

Saudades do tempo em que o dia rendia e a gente podia ainda sonhar, se encantar.

Mas é o Tempo que temos.

Desejo, sinceramente, que cada um de nós possa usufruir com alegria e encanto esse tempo de Natal, que nos remete a uma época de esperança e renovação, preenchendo-nos com plenitude.

Que o 2015 que espia do outro lado do velho calendário, não nos assuste com prognósticos fatalistas, mas pelo contrário, nos encha de forças, energia e capacidade de administrar com eficiência o tempo que ele nos traz.

Que seja sobretudo um tempo de PAZ, de possibilidades e de tempo para ainda sonhar.

O sonho é o berço dos grandes projetos e realizações.

                       FELIZ NATAL e PRÓSPERO 2015 !

REVERÊNCIA

estampa

 

Quando somos capazes de nos curvar diante da natureza e reverenciá-la,

estabelecemos uma profunda conexão com ela.

Ela cuidará de nós, se a cuidarmos.

Nada que possamos experenciar aqui neste plano, vai além do amor,

 do respeito e da consideração pela Terra e de todos os seres que a habitam.

Quando este vínculo é rompido, as adversidades se instalam,

das mais variadas formas.

 Os que tem bom senso, refletirão sobre os acontecimentos;

os demais irão reclamar e tentar achar culpados.