Poesias minhas & Outras

O Convite

Não me interessa saber como você ganha a vida.
Quero saber o que mais deseja e se ousa sonhar em satisfazer
os desejos do seu coração.
Não me interessa saber sua idade.
Quero saber se você correria o risco de parecer tolo por amor,
pelo seu sonho, pela aventura de estar vivo.
Não me interessa saber que planetas estão em quadratura
com a sua lua. O que quero saber é se você já foi até o fundo
da sua própria tristeza, se as traições da vida o enriqueceram
ou se você se retraiu e se fechou, com medo de mais
dor.
Quero saber se você consegue conviver com a dor, a minha
ou a sua, sem tentar escondê-la, disfarçá-la ou remediá-la.
Quero saber se é capaz de conviver com a alegria, a minha
ou a sua, de dançar com total abandono e deixar o êxtase
penetrar até a ponta dos dedos, sem nos advertir que sejamos
cuidadosos, que sejamos realistas, que nos lembremos
das limitações da condição humana.
Não me interessa se a história que você me conta é verdadeira.
Quero saber se você é capaz de desapontar o outro
para manter-se fiel a si mesmo. Se for capaz de suportar
uma acusação de traição e não trair sua própria alma, ou
ser infiel e, mesmo assim, ser digno de confiança.
Quero saber se você é capaz de enxergar a beleza no dia-adia,
ainda que ela não seja bonita, e fazer dela a sua fonte
de vida.
Quero saber se você é capaz de viver com o fracasso, o seu
e o meu, e ainda assim pôr-se de pé na beira do lago e gritar
para o reflexo dourado da lua cheia: SIM!
Não me interessa saber onde você mora ou quanto dinheiro
tem. Quero saber se, após uma noite de tristeza e desespero,
exausto e ferido até os ossos é capaz de fazer o
que precisa ser feito, para alimentar seus filhos.
Não me interessa quem você conhece ou como chegou até
aqui. Quero saber se vai permanecer no centro do fogo comigo
sem recuar.
Não me interessa onde, o que ou com quem estudou. Quero
saber o que o sustenta, no seu íntimo, quando tudo mais
desmorona.
Quero saber se é capaz de ficar só consigo mesmo, e se nos
momentos vazios realmente gosta da sua companhia!
 
           Oriah Mountain Dreamer
          (extraído do livro O Convite)
 
 
 
 DISTÂNCIA
 
A certa distância,
A magia se cria.
A imagem abstrata
Na retina se instala
E o imaginário acontece,
Uma aparente realidade se tece.
É só imagem,
Não pegável,
Não palpável.
O belo é assim:
Só imagem.
Querer possuí-lo,
É destruí-lo.
Só é real fora da retina,
À distância.
A proximidade o reduz
A pequenas partes, empobrece.
Há coisas só para ver,
Não para ter.
É o paradoxo do sentir!
 
                        Ethel Peisker   ( abril 2005)
 
 
MEU UNIVERSO
 
Meu universo

é dizer em verso

tudo que penso e sinto,

as verdades, não minto.

Meu universo interior

é um poema de amor

às coisas belas, puras,

em meio às realidades duras.

Meu universo de encanto

é empreender um canto

íntimo, profundo

a Deus,

que criou este belo mundo.

Meu universo de esperança

é minha fé

que levo na andança

dessa vida passageira,

um trampolim

para transpor a barreira.

Meu universo de saudade

são as marcas de amor e amizade

que levei nesta vida,

andando sempre, às vezes perdida.

Meu universo de carinho

São as ternuras colhidas pelo caminho,

que me marcaram, criaram raiz,

me sensibilizaram, me fizeram feliz.

Meu universo nesta vida

é esse punhado de sonho

que me acalenta, sustenta e dá guarida

quando minha existência me parece,

apesar de toda prece,

uma ilusão perdida!

 Ethel  Peisker  (1979)

MÚLTIPLAS ESTRADAS

Múltiplas estradas,

Percorridas,

Caminhadas,

Vasculhadas,

Numa ansiosa atitude

De busca de algo

Mais forte,

Que não se limite

Com a morte,

Nem com a rotina

Maçante de cada dia,

Mas que leve ao próprio

Interior,

A convicção de ter achado

O próprio caminho,

E a alegria de mesmo só,

Não se sentir sozinho.

Uma escalada de poder

Sobre os próprios sentimentos.

Conquistados, dominados.

Para serem assim

Cativados,

Realmente livres

Sem sofrer.

Ethel  Peisker       (Lima-Peru  27/07/1980)

Anúncios

Opine, participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s